Hellcats 1×03 – Beale St. After Dark

Me atrasei um pouco com Hellcats graças as provas da faculdade, mas confesso pra vocês que depois do cancelamento de Lone Star, a única estréia que realmente tinha me animado dessa temporada, perdi um pouco a graça de acompanhar essas outras novatas que embora algumas sejam boas, até então não vi nada grandioso.

Depois do outro desabafo, o terceiro episódio de Hellcats foi do mesmo estilo dos anteriores. Vimos toda a correria de Marti para tentar conciliar o grupo de líderes de torcida e o curso de direito, sem contar as armações da bitch Alice e Savannah com seu jeito idiota de ser que eu já adoro.

Gostei bastante dos acontecimentos, embora tenha sentido que eles tentaram apressar muito as coisas e em alguns momentos ficou um tanto bagunçado. Estou falando daquela cena da doida dança de rua misturada com a briga dentro do bar mais ou menos no meio do episódio. E Marti acordar seu professor em plena madrugada para tirar seus amigos da cadeia foi bem surreal, embora eu tenha gostado da história.

O encontro de Savannah com o amigo de Marti (que eu nunca lembro o nome) foi a parte engraçada do episódio, pelo menos da parte da moça que bêbada só estava fazendo tonteira. No final ela pulando pra cima do cara e em seguida saindo correndo pra vomitar foi ótimo. Não sei porque, mas mesmo a atriz não sendo lá uma das mil maravilhas do mundo não consigo falar mal, porque realmente me divirto com a personagem.

Teve também o trio amoroso entre os dois treinadores e o médico. O terceiro finalmente ficou sabendo da relação que os outros dois tiveram no passado, agora quanto tempo vocês dão até que o casal se separe? Alice comprando remédios para apressar sua recuperação foi o motivo da briga, porém de nada adiantou pelo que vimos no final do episódio.

Tenho mais um episódio para colocar Hellcats em dia, mas vou ver assim que sobrar mais um tempinho. RS. Já disse que pra manter essa vida de seriador sem nenhum atraso, preciso ganhar na mega senna ou casar com uma bilionária.

Anúncios