The Royals e sua ótima primeira temporada.

The-Royals-Season-1Finalmente consegui terminar de ver a primeira temporada da grande aposta do E!.

Em abril publiquei por aqui meu texto de primeiras impressões de The Royals, série que leva o nome de Mark Schwahn (One Tree Hill) transmitida pelo canal E!. Acabei não seguindo com a série semanalmente, mas agora com as férias resolvi colocar em dia e cá estou para comentar com vocês o que achei.

Bom, primeiramente preciso dizer que demorou um pouco para me empolgar. Tinha gostado bastante do episódio piloto, mas os seguintes não foram assim tão interessantes. Lembro que foi mais ou menos na metade da temporada, com um total de apenas dez episódios que eu realmente acabei sendo fisgado pela trama.

Impossível não fazer aquela comparação com Gossip Girl, mas não é nessa tecla que pretendo bater durante o texto. The Royal acabou se saindo como uma ótima surpresa, me fazendo devorar os episódios com uma enorme curiosidade sobre como as coisas iriam terminar. O que mais me prendeu foi o elenco da série, principalmente Eleanor que disparou como minha queridinha entre todo o restante.

The-Royals-Season-1-aVimos a briga do rei em tentar acabar com a monarquia, o que acabou rendendo uma interminável briga dentro do próprio reino. Sua esposa, a ambiciosa Helena, juntamente com Cyrus tentando a todo custo impedir que o rei tivesse sucesso com sua decisão, não se importando em momento algum em tomar atitudes drásticas.

Nesse meio tempo os episódios foram recheados de dramas amorosos, principalmente entre Liam e Ophelia, fazendo literalmente o rei e a plebéia no meio daquela briga toda que estava acontecendo dentro do castelo. Um amor que era visto por muitos como proibido, principalmente pela rainha que se recusava aceitar o fato de ver seu filho se casando com a filha de um dos empregados do castelo.

Eleanor por outro lado me ganhou lindamente com todas as suas atitudes e rebeldia ao longo da temporada. Como não shippar ela com Jasper? Os dois tem uma química incrível e ainda me recordo perfeitamente de como achei um espetáculo a sequência de cenas dela visitando vários locais pela cidade, cumprindo sua agenda real literalmente chapada e causando o maior alvoroço. Coisas que fazem parte do perfil de Eleanor e que não consigo imaginar acontecendo de outra forma.

The-Royals-Season-1-bAgora foi na reta final da temporada que as coisas realmente acabaram ficando mais interessantes. A tentativa de assassinato contra o Rei Simon deixou toda a Inglaterra aterrorizada, o líder da família lutava pela vida numa cama de hospital enquanto outros tentavam a todo custo alcançar mais poder. Helena e Cyrus foram os responsáveis pelo ataque, mas infelizmente acabaram impunes de tamanha atrocidade.

Para se ter ideia do tamanho da frieza, principalmente de Helena, a rainha teve a coragem de espalhar a notícia de que seus filhos não eram legítimos filhos de Simon, apenas para impedir que Liam conseguisse assumir a coroa. Uma mentira muito bem orquestrada por ela e Cyrus, que eu particularmente cheguei a acreditar quando aconteceu. Não sei até quando a mentira vai se estender, mas já fico imaginando o tamanho da raiva tanto de Liam quanto de Eleanor quando descobrirem o que a mãe teve coragem de fazer.

O final não poderia ter sido mais triste. Senti muito pela morte de Simon. Estava aqui, torcendo para que o Rei conseguisse se recuperar e assim consertar toda aquela bagunça que rodeava o castelo. Foi uma perda muito triste, que por sinal foi mostrada numa cena que me deixou no chão. O anúncio da morte, a chegada de Liam e Eleanor perto do corpo do pai, simplesmente desabando com a perda. Um sofrimento terrível.

The-Royals-Season-1-vO ficou para a segunda temporada foi a torcida para que Liam descubra a verdade e faça com que todos paguem pelo que fizeram, inclusive sua mãe. Achei muito correto da parte dele deixar Ophelia ir até Nova York e voltar para Inglaterra tentar resolver as coisas, foi a decisão certa por parte dele e acredito que será muito bem desenvolvida.

A empregada que engravidou também ficou como um enorme gancho para o que ainda está por vir na série. Mal posso esperar pra ver ela contando para todos os cantos sobre o que passou enquanto trabalhava dentro do castelo. Criei uma certa simpatia pela jovem, principalmente pelo fato de ter se aproximado de Simon, aliás, aquela criança é do Cyrus ou do Simon? Fiquei com dúvidas em relação a isso.

Não estou inteirado sobre notícias de uma segunda temporada, não sei nem se o anuncio da renovação já aconteceu, mas acredito que a série tenha sem sombra de dúvidas um segundo ano, até porque foi muito bem recebida pelo público.

Anúncios