Chicago PD 3×03 – Actual Physical Violence

Chicagp-Pd-3x03A temporada mal começou e a série já está se superando.

Que excelente episódio foi esse? Caramba, aflição do começo ao fim e com direito aquela cena final pra deixar claro que o seguinte tem tudo pra ser ainda melhor.

A promo do episódio já tinha me deixado cheio de expectativas, mas não estava esperando que realmente fosse tão bom. Aquele pai desesperado que acabou perdendo a cabeça e apontando uma arma dentro do departamento de polícia não teve a melhor das idéias, mas infelizmente foi um mal necessário para que finalmente recebe a atenção que queria e conseguisse ajuda pra sua filha.

Mouse ganhou muitos pontos depois desse episódio. O cara que foi quem ficou nas mãos do homem não perdeu o controle por nenhum minuto, pelo contrário, foi de grande ajuda para que as coisas se acertassem no final das contas. Eu não teria conseguido ficar tão tranqüilo, então o rapaz merece os comprimentos.

Já a busca pela garota desaparecida não poderia ter seguido um rumo mais complicado. A tal Sarah, juntamente com tantas outras estavam sendo mantidas dentro de uma espécie de jaula, sendo torturadas por malucos e passando por coisas terríveis. Deu muita dó assistir elas serem encontradas naquela situação, aliás, uma das vítimas conseguiu arrumar forças para ir até a delegacia e conversar com o pai desesperado de Sarah, na tentativa de acalmar um pouco as coisas. A cena por sinal foi muito tensa.

Chicagp-Pd-3x03-aErin ficou bem mal com aquele caso todo, aliás, não teve uma única pessoa que não via a hora de pegar os responsáveis por aquilo tudo e acabar com a raça deles. Al, Antonio, Ruzek, cada um estava completamente revoltado, querendo fazer justiça. Voight então, nem se fala não é? Aliás, o cara novamente se superou, fazendo de tudo ao seu alcance para acabar com aquela situação toda.

O desfecho não poderia ter sido melhor. Simplesmente desabei junto com aquelas cenas dentro do trem. A garota quase tirou a própria vida, mas graças a Erin as coisas se acertaram. Foi um reencontro muito emocionante entre ela e seu pai, no final das contas tudo terminou bem, pelo menos na medida do possível, porque sem sombra de dúvidas o trauma psicológico é algo que não vai sumir tão cedo.

Alguém mata a Bunny por favor? Ela fez burrada no episódio anterior e as conseqüências já começaram a surgir. O tal preso foi solto, graças as evidências que ela entregou para a polícia. No final do episódio vimos Voight, juntamente com seu filho, neto e nora sendo atacados, quase morrendo após o carro explodir. Claro que foi o cara que saiu da cadeia, então estou até imaginando o tamanho da revolta do policial no próximo episódio.

Anúncios