Code Black 1×04 – Sometimes It’s a Zebra

Code-Black-1x04Só queria dizer que não estou nada bem depois desse episódio.

Sério, essa série melhora a cada semana. Minha preocupação só aumenta, porque vi que na semana passada a audiência sofreu uma leve queda, então estou nas orações firmes para que aconteça algo positivo e volte a subir. Sabia que seria uma das minhas queridinhas da nova temporada e até aqui não me decepcionou nem por um momento.

Já quero começar dizendo que os casos semanais dessa semana foram tão intensos que ainda estou aqui, tentando recuperar o fôlego. A carga emocional foi extrema e confesso que em vários momentos escorreram algumas lágrimas aqui, principalmente no caso de incêndio em que Christa e Neal trabalharam juntos, que pra mim foi o melhor do episódio.

Uma família chegou na emergência gravemente feridas, principalmente a mãe que estava com o corpo quase todo queimado e o bebê totalmente inconsciente. O homem, que dizia ser o pai também estava ferido, porém seu estado era mais estável. Juro que em nenhum momento cogitei a hipótese de se tratar de um caso de seqüestro, onde tanto a mãe quanto a criança estavam sendo mantidas como refém pelo homem, então adianto que fiquei completamente chocado.

Agora o que emocionou mesmo foi todo o envolvimento de Christa com o caso. Devido a tudo que médica passou com seu filho, já era de se esperar que a carga emotiva fosse um tanto grande, mas não esperava que me atingisse da maneira que aconteceu. De início ela não conseguia realizar procedimentos com a criança, por surgir em sua mente lembranças do que passou no passado. Foi muito bacana a maneira que Leanne e Neal estiveram do lado dela, principalmente o rapaz que não poderia ter sido melhor e me fez shippar ainda mais os dois como casal.

Code-Black-1x04-aNo final, aquele desfecho, com ela conseguindo vencer essa barreira e salvando a vida da criança foi impossível não desabar, depois com ela levando o bebê perfeitamente recuperado e colocando ao lado da mãe eu já me encontrava aqui, totalmente desidratado. Foi um baita caso difícil, mas que recebeu o melhor final possível.

Outro detalhe interessante do episódio foi a chegada do filho de Guthrie no hospital, interpretado por Cress Williams (Lavon de Hart of Dixie). Deixaram bem claro que a relação entre pai e filho não é nada fácil, abrindo inúmeras possibilidades de plots que podem acontecer entre os dois nos próximos episódios. Leanne dando aquela dura no cara por ter criticado os métodos médicos de seu pai foi coisa linda de se ver, já estou imaginando as novas discussões entre os dois.

Também teve o outro caso médico em que Malaya Pineda estava envolvida que foi excelente. A história da jovem que tinha um tumor no cérebro foi muito bem desenvolvido. Pensei que a jovem fosse sair correndo de medo da mãe da garota, ainda mais depois de surgir a confirmação errônea de gravidez, que na verdade estava sendo causada devido ao tumor.

Teve também Mario sendo um babaca por mais um episódio e novamente se ferrando e ouvindo umas verdades por Leanne. Não sei, mas fiquei na suspeita de que talvez o personagem tente melhorar nos próximos episódios, pois já percebeu que a única pessoa que está sendo prejudicada com esse tipo de atitude é ele mesmo. Agora só quero ver logo os seguintes, porque estou in love por essa série.

Anúncios