Chicago Med 1×02 – iNO

Chicago-Med-1x02E em sua segunda semana Chicago Med não decepciona.

Outro ótimo episódio, trazendo um caso central interessante, sem contar o fato de ter explorado um pouco mais dos personagens e mostrado que nem tudo naquele hospital é lindo e colorido entre sua equipe.

Sério, que agonia aqueles minutos iniciais. Quando aquela jovem chegou toda ensanguentada na emergência fiquei me perguntando o que tinha acontecido, se foi tiro, atropelamento, sei lá. Jamais passou pela minha mente que ela tinha acabado de dar a luz. Quando Rhodes saiu correndo para fora do hospital a procura do bebê quase tive um treco aqui e quando achou, foi impossível não ficar tenso com aquela sequência.

O cara fez um baita trabalho impedindo que aquela criança abandonada morresse. Sério, quando ele abriu aquela mochila e vi a pobre criança lá dentro foi como um tiro, impossível não ficar comovido. Foi literalmente graças a ele que ela não morreu, foi uma baita cena emocionante quando ela voltou a respirar.

Chicago-Med-1x02-aEm relação a mãe, não sei, entendi que se trata de uma criança confusa, mas não consigo simplesmente defender o fato dela ter abandonado a criança daquele jeito. Dr. Ethan não conseguiu esconder seu descontentamento com a garota e com certeza isso afetou um pouco seu julgamento como médico. Pelo menos lá no final ele tentou ajudar e mesmo tendo piorado ainda mais as coisas gostei muito do destaque que ele recebeu no episódio.

Nat e Maggie estão se tornando minhas personagens preferidas. Nat é maravilhosa, a forma como tentou fazer o possível pela criança e também pela mãe foi bonito de ver, agora Maggie pelo que deu pra perceber é tipo uma mãezona pra ela né? Continuo esperando pra conhecer um pouco mais sobre cada um das personagens. Já Will foi um pouco complicado nessa segunda semana, ele não teve muito sucesso com seu paciente, mas ficou claro que na verdade fez tudo para salvá-lo e não tinha a intensão de deixa-lo naquela situação.

Estou gostando muito da maneira que estão mesclando os casos médicos e também dando destaque aos personagens. Dr. Charles é aquele que fica no meio e por sinal se destacou mais uma vez, mesmo não tendo aparecido tanto como outros personagens. Outro detalhe que me deixou curioso é a relação de Connor com seu pai, o que será que aconteceu entre os dois pra ter esse climão todo? Pelo jeito no próximo episódio saberemos um pouco mais.

Anúncios