Code Black 1×10 – Cardiac Support

Code-Black-1x10-aQuanta insistência em acabar comigo ein? Só queria dizer que foi um episódio maravilhoso!

Mexer justamente com Mama? Literalmente resolveram pegar pesado e judiar da pior maneira possível. Esse já foi de longe um dos meus episódios preferidos da série até aqui, mais um daqueles que me deixou destruído e desidratado, algo que vem acontecendo toda vez que paro pra assistir essa belezura.

Já começou com um drogado louco que simplesmente resolveu partir pra cima dos paramédicos que lhe salvaram. Jesse, Christa, Mario e Angus foram até o local onde estava a ambulância pra ver o que realmente estava acontecendo e foi o coitado de Jesse que acabou sendo atropelado pelo maluco. Não foi nada fácil segurar o cara, sem contar que ainda tinham que atender o mais rápido possível aqueles dois paramédicos que estavam feridos. Já foi pra começar o episódio da maneira mais tensa possível.

O pior aconteceu logo em seguida, quando Jesse acabou se sentindo mal justamente quando estava sozinho dentro daquela sala de medicamentos. Ele simplesmente teve um ataque cardíaco e saiu, sendo encontrado pela nova chefe da emergência uma hora depois. Imagina o desespero que não passou na cabeça do pobre coitado? Pra piorar ainda mais ninguém ouvia a mulher pedir socorro e fiquei aqui revoltado querendo saber porque diabos ela não abriu a porta da sala e gritou para que alguém parasse pra ouvir. A sorte mesmo foi Malala que mesmo depois de um tempo consegui encontra-los.

Code-Black-1x10Sério, Jesse chegando na emergência naquela maca não deixou só o pessoal do hospital em choque, eu fiquei aqui da maneira e simplesmente desabei quando vi Leanne olhando pra ele daquela maneira. Foi uma cena de derrubar. Ainda bem que conseguiram estabilizá-lo rapidamente, mas o ataque voltou a acontecer mais a frente e ainda tive que aguentar mais um pouco pra ver Leanne fazer aquele procedimento nada agradável que me fez até soluçar aqui. Aplaudi junto com todo mundo quando Leanne disse que tudo tinha ocorrido bem, porque olha, por um momento pensei que os roteiristas estavam dispostos a estragar a série cogitando a ideia de matar Jesse.

Já falei que nunca dá pra saber se gosto ou não do Mario não é? Em uma semana ele é um verdadeiro babaca e na outra, como nessa por exemplo, mostra que realmente se importa ao ter uma atitude tão bacana para encontrar aquele garotinho com síndrome de Down, mesmo quando Neal deu a ordem para não sair do hospital. Pensei que ele seria punido e só não foi graças ao que Leanne disse para Neal. Foi impossível não se emocionar com a cena do reencontro do pai e filho e dessa vez Mario marcou um ponto positivo.

Leanne, como assim resolveu beijar Cole daquela maneira? Ainda não decidi se vou permitir que esse romance aconteça. Aliás, Cole novamente voltou a perder pontos, porque foi um tremendo babacão com aquela moça drogada. Gostei demais do pai dele dando aquela dura no final e espero que não volte a ser tão idiota nos próximos episódios.

Ainda bem que a audiência anda subindo, porque a série realmente merece um pouco de crédito e continuo torcendo demais pra uma possível renovação. Sei que não vai ser algo fácil de acontecer, mas quem sabe.

Anúncios