Seconds Chance 1×04 – Admissions

Second-Chance-1x04É realmente uma pena que a série não tenha caído no gosto do público.

A audiência segue em queda livre, semana após semana amargando números ainda piores e deixando claro que o cancelamento não está longe de acontecer. Uma pena, porque pra mim, a série tem melhorado a cada semana e esse quarto episódio realmente foi ótimo!

Estava curioso pra saber como Duval iria reagir ao descobrir que seu pai tinha voltado do mundo dos mortos. Comentei que a revelação tão precoce foi uma surpresa pra mim, pois esperava que fosse demorar um tempo ainda pra acontecer. Vimos Duval completamente em negação, não acreditando em uma só palavra que saia da boca de Pritchard, Mary ou até mesmo de Otto.

O agente do FBI se negava a acreditar que aquele indivíduo irritante que continuava se enfiando no meio de seus casos na verdade era seu pai que morreu algumas semanas atrás. Demorou, mas Pritchard chegou na conclusão de que a única maneira de fazer Duval lhe ouvir, era desenterrando algum caso antigo e ajudando o filho a solucionar. Foi exatamente o que aconteceu.

Muito interessante o caso que Pritchard escolheu. A morte misteriosa de jovens gênios que foram encontrados mortos com sinal de overdose, sem que não tinham precedentes de uso de drogas. Não demorou até fazerem ligação com uma universidade onde todas as vítimas tinham sido pré-selecionadas para participar, dai em diante, Pritchard e Duval foram ligando as pistas até chegarem ao principal suspeito.

Second-Chance-1x04-aSe tratava de uma mulher maluca que tinha sérios problemas psicológicos. Ela conversava com seu mentor falecido a muitos anos e simplesmente injetava a droga em suas vítimas com a ideia de que estava impedindo que elas fossem atingidas pelo cara. Cada uma das vítimas eram jovens gênios que tinham um futuro brilhante pela frente, mas acabaram sendo interrompidos pela mulher.

Fora isso ainda vimos Duval aceitar Pritchard aos poucos. Claro que isso rendeu várias discussões entre os dois, mas no final das contas o agente do FBI acabou acreditando que ele é seu pai, mas ainda pediu um tempo para processar toda a revelação. No final vimos que com a ajuda de Mary, Pritchard encontrou uma maneira de trabalhar junto com seu filho e isso com certeza vai render ótimos momentos nos próximos episódios.

Eu gostei bastante do Otto nesse episódio, queria que o personagem continuasse ganhando mais espaço nos episódios. Acho essa relação dele com Mary muito interessante e seria bacana desenvolverem um pouco mais.

Anúncios