Chicago PD 3×19 – If We Were Normal

Chicago-PD-3x17Essa série não cansa de trazer episódio maravilhosos né?

Assim como na semana anterior Chicago PD veio com outro excelente episódio, novamente pegando firme num caso semanal intenso daqueles bem difíceis não se emocionar.

Já começa com Burgess e Erin atendendo uma chamada e passando a procurar uma garota que esfaqueou um homem no meio da rua. Até aí tudo bem, mas não demorou muito para descobrirmos que na verdade o caso era bem mais complicado do que poderíamos imaginar, já que a jovem estava na verdade tentando fugir de seu sequestrador.

Impossível não sentir pena daquela pobre garota que estava completamente assustada, com medo da própria sombra. Durante sua conversa com a polícia, ela disse ter sido pega por um cara que cometia abusos absurdos, além de deixa-la trancada numa sala completamente sem janelas e acorrentada. Não demorou para estar completamente envolvido e na torcida para que a Inteligência pegasse logo o fiadamãe que fez aquilo com a pobre.

O passado da garota causou alguns conflitos, mas logo conseguiram confirmar a história, após a identificação da casa onde a mesma tinha sido mantida prisioneira. Al foi um dos que mais se abalaram com toda a história, principalmente pelo fato da garota ter a mesma idade que uma de suas filhas. Dava pra ver nos olhos dele, que sua vontade era acabar com a raça do imbecil que tinha feito tamanha maldade.

Chicago-PD-3x17-aO engraçado é que rapidamente chegaram até o cara responsável e ele ainda teve a audácia de dizer que tudo que havia acontecido foi consentido pela própria jovem, pega o tamanho da cara de pau. A situação ficou ainda mais séria quando exames médicos revelaram que ela estava grávida e ficou pior quando os policiais foram até a casa do cara e descobriu uma mulher que dizia ser sua esposa.

O problema é que a mulher era mais uma das vítimas, já que tinha sido dada como desaparecida sete anos atrás. Não sei que espécie de lavagem cerebral ele fez com ela, mas a coitada continuava mantendo firme a ideia de que ele era inocente. Erin foi quem teve a maravilhosa ideia de colocar os três frente a frente e isso acabou sendo exatamente o que toda situação precisava.

Uma terceira vítima continuava desaparecida e logo encontraram o corpo da jovem enterrado no porão de uma das casas que o cara estava vendendo. Isso bastou para que Voight e Al perdessem a boa e dessem uma boa prensa no cara. Ainda achei que pegaram leve, porque aquele indivíduo merecia levar uma surra das grandes. Mesmo assim valeu pelo fato dele ter sido preso e as duas jovens ficarem bem.

PS: Ruzek está insuportável demais.

PS²: Sobre Burgess e Roman como casal, ainda estou tentando digerir, mas sei não se vai dar certo.

PS³: Aquela cena final gente. Erin e Jay ❤ Amor demais!

Anúncios