A primeira temporada de Gilmore Girls

Gilmore-Girls-1-aDaquelas que você se apaixona no primeiro minuto.

Sim, eu já tinha ouvido falar muito de Gilmore Girls e até fiquei com aquela vontade parar pra ver, mas acabei iniciando a maratona só mesmo depois do Netflix anunciar que faria um revival e deixar todos os fãs loucos, além de claro, aumentar ainda mais esse grupo, já que o serviço de streaming presenteou seu público ao disponibilizar todas as sete temporadas da série de uma vez. Tem como não amar?

Gilmore Girl conta a história de Lorelai e Rory Gilmore, mãe e filha que ao longo dos últimos dezesseis anos vivem em Stars Hollow, uma cidadezinha do interior. Lorelai vem de uma família rica, porém se afastou de seus pais após engravidar aos dezesseis anos de idade e não receber apoio. Essa mulher maravilhosa simplesmente criou a filha sozinha, da melhor maneira possível e bastou apenas alguns minutos do primeiro episódio para termos a completa certeza disso.

Lorelai é interpretada pela ótima Lauren Graham e não consigo descrever sua personagem de outra forma que não seja a melhor coisa de toda a série. Conhecia o trabalho da atriz graças a Parenthood (saudades), mas pode-se dizer que aquilo não foi nem metade de toda a maravilhosa que Lorelai entrega ao longo dos episódios.

Gilmore-Girls-1-bNessa primeira temporada, vimos Lorelai voltar a ter um contato mais intenso com seus pais após Rory ser aceita em uma conceituada escola, o que lhe forçou a pedir dinheiro emprestado para Emily e Richard Gilmore, o que trouxe como consequência a obrigação dela e Rory passarem a frequentar a casa deles toda sexta feira para jantar.

Impossível não criar uma antipatia por Emily já no primeiro momento, até porque a mulher não perde a chance de tentar minimizar a filha e jogar na cara dela afirmações sobre o quanto ela foi irresponsável e estragou e destruiu o futuro promissor com suas ações na adolescência. Mesmo assim vimos Lorelai suportar cada desaforo, pois o que mais lhe importa é ver Rory conseguir alcançar seus sonhos, mesmo que pra isso seja necessário enfrentar seus pais.

O bacana é que a série traz diálogos tão maravilhoso e inteligentes, principalmente por parte da própria Lorelai onde você se sente parte daquela família toda em tempo recorde. Aprendi a gostar até mesmo da Emily, que em alguns momentos da temporada teve seus pontos positivos.

Gilmore-Girls-1gVimos Rory enfrentar o desafio que é a mudança de colégio, conhecendo novas pessoas e ainda ter aturar outros alunos nada agradáveis, como Paris e Tristan. Ainda assim a ligação com Stars Hollow sempre foi a mais forte da série. Seja pelo fato de Lorelai e Rory baterem ponto na lanchonete do Luke, ou pelo roteiro da série sempre destacar os eventos e cultura daquela cidadezinha que me deixou com vontade conhecer.

Falando em Luke, esse foi mais um personagem que me ganhou desde o primeiro. Impossível não torcer para que em algum momento acabe rolando alguma coisa entre ele e Lorelai não é? O cara é sensacional e a relação dos dois é coisa linda de ver. Temos também Sookie, a chef do hotel gerenciado por Lorelai e claro, sua melhor amiga que me fez dar boas gargalhadas ao longo da temporada. Sookie é interpretada pela ótima Melissa McCarthy, o que pra mim foi uma bela surpresa, já que não sabia desse detalhe.

Aliás, essa primeira temporada é repleta de rostos conhecidos. Claro que estão todos mais novos, mas foi muito bacana reconhecer cada um deles interpretando papeis tão diferentes daqueles que estou acostumado. Foi uma mistura de One Tree Hill, HTGAWM, Supernatural, entre alguns outros atores de seriados conhecidos que fizeram alguma participação na temporada.

Gilmore-Girls-1A relação entre Lorelai e Rory é de longe a coisa mais bacana da série. Foram vinte e um episódios deliciosos de assistir. Conhecemos um pouco do drama de adolescente vivo por Rory e seu primeiro namorado, a dificuldade de se entregar aos sentimentos por parte da Lorelai, além de claro, aquelas piadas sensacionais que a personagem entrega sempre que aparece em cena.

Todo mundo evoluiu ao longo da temporada e não tenho dúvidas que vou continuar ainda mais apaixonado pela série assistindo as seguintes. Esse primeiro ano foi para dar uma bela introdução pra essa história deliciosa e hoje já me considero um integrante do grupo de fãs. Claro que pretendo devorar as sete temporadas antes dos episódios inéditos serem lançados pelo Netflix, e pelo que vejo, isso não vai demorar acontecer.

Anúncios