Code Black 2×04 – Demons and Angels

code-black-2x04O que foi esse episódio minha gente? Ainda sem fôlego aqui!

Sério, essa série quer mesmo acabar de vez com meu emocional né? Eu até dei uma reclamada dos episódios anteriores, dizendo que já estava sentindo falta de toda aquela tensão da primeira temporada, mas olha, “Demons and Angels” compensou de uma maneira exagerada, porque não foi fácil se segurar enquanto assistia esse episódio.

Já começa com o hospital literalmente explodindo de tanta gente graças a todo clima de Halloween. Pra piorar, acontece um incêndio num cinema assombrado, o que piorou ainda mais as coisas. O problema é que uma das médicas estava no local com o filho de seu namorado, o que faz com que Dr. Willis e mais dois internos se desloquem até o lugar para tentar ajudar.

Willis foi espetacular durante todo o episódio, fazendo o impossível para tentar ajudar aquele garoto que estava gravemente ferido. A maneira que ele lidou com toda a situação foi sensacional e toda a história foi de tirar o fôlego. Sim, tudo terminou bem, mas até esse desfecho muita coisa aconteceu, com Willis tendo que realizar um procedimento complicado dentro da ambulância e ainda realizar uma cirurgia complicada sem autorização, o que foi responsável por salvar a vida do garoto. Foi difícil segurar a emoção assistindo aquele caso, mas para minha alegria rolou um final feliz.

Fora todo esse problema relacionado ao incêndio, no hospital aconteceu uma história ainda mais complicada, quando um dos pacientes que estava sob efeito de alguma droga simplesmente fica descontrolado, rouba a arma do guarda e começa a atirar na sala de espera, que estava lotada de pacientes.

code-black-2x04-aConseguiram parar o cara, mas infelizmente Charlotte acabou sendo baleada tentando salvar uma garotinha que estava na mira da arma. Daí pra frente fomos levados a uma sequência de tirar o fôlego, que me deixou desidratado aqui de tão tensa. Eu já havia elogiado Charlotte, ainda acho que a personagem tinha um potencial enorme e poderia ser muito bem aproveitada na série.

Infelizmente ela acabou não resistindo aos ferimentos e faleceu ali, na mesa da emergência quando todos estavam fazendo de tudo para salvá-la. Foi bem triste de assistir e ainda mais difícil ver como Leanne lidou com a situação, ficando devastada e se culpando pelo acontecido. Não acho que ela merecia ter morrido dessa forma e eles souberam muito bem como acabar comigo.

Aí se não bastasse todo esse drama, ainda tinha o caso de Mike, com Angus sendo pressionado pelo pai para autorizar a realização de um procedimento cirúrgico arriscado. Felizmente o rapaz não autorizou e acabou seguindo sua intuição sobre tirar os tubos do irmão e esperar que ele voltasse a respirar sozinho. Foi mesmo pra fechar o episódio com ainda mais drama, porque parecia ali que não iria funcionar, mas no último segundo Mike demonstrou uma reação positiva e deixou todo mundo, inclusive eu, aliviado.

Só sei que esse episódio foi mesmo pra me lembrar o porque considerei Code Black uma das melhores estreias da última temporada. Conseguiu ser impecável do começo ao fim e me emocionar de um jeito que a tempos outra série não conseguia.

Anúncios