Grey’s Anatomy 13×08 – The Room Where It Happens

greys-anatomy-13x08Que baita episódio lindão minha gente!

Eu tinha lido alguns comentários bastante negativos a respeito desse episódio, mas preciso dizer o quanto tive a opinião contrária, porque pra mim essa ideia diferente de um único caso médico durante todo episódio, misturado de memórias pesadas a respeito de Owen, Meredith, Stephanie e Richard funcionou demais e acabou comigo aqui.

O episódio foi literalmente dentro de uma única sala de cirurgia, com os quatro médicos focados em tentar salvar a vida de um pobre homem e isso depois de horas e horas seguidas sem dormir, com exceção do Richard. Tudo estava uma bagunça, mas eles não paravam de tentar e nesse meio tempo fomos levados a várias memórias nada fáceis de assistir.

Quero começar comentando sobre as memórias do Owen que trouxeram sua irmã de volta, interpretada pela ótima Bridget Regan (The Last Ship e Jane the Virgin). Entre as quatro história, essa foi a que sinceramente me emocionou menos, mas gostei de ver um pouco dos dois irmãos juntos e quero demais que isso volte a ser mostrado futuramente.

Stephanie trouxe de volta os traumas vividos na infância devido ao seu problema de saúde, mas o episódio mostrou que isso na verdade serviu para dar ainda mais força para ela e acabou sendo a base para se tornar uma excelente médica. Prova disso foi ela gritando no meio da sala de cirurgia, para que os outros médicos lhe dessem ouvidos e mostrando que eles estavam deixando passar um diagnóstico importante. Foi uma ótima sequência ver a versão criança da Steph aparecendo daquela maneira.

greys-anatomy-13x08-aRichard trouxe as memórias de sua falecida mãe, que morreu de câncer quando ainda era criança e vê-lo contando um pouco da história me pegou aqui. De início ele não contou que aquela era uma história real, mas ainda assim me senti completamente fisgado pela maneira que ele falava. No final do episódio ainda rolou um diálogo lindo entre ele e Meredith que pra mim foi um dos melhores momentos do episódio.

Agora gente, não bastava remoerem o passado da Meredith justamente no dia em que Derek morreu? Eles tinham mesmo que mostrar o cara ali dentro do hospital? Isso foi jogo baixo até mesmo pra dona Shonda, porque aquela cena me deixou destruído aqui. Meredith se viu naquela sala de espera, conversando com seus filhos sobre o que tinha acontecido com Derek e no final, quando tudo tinha terminado teve a visão do marido por ali. Impossível não se emocionar junto.

E no final das contas eles realmente conseguiram salvar o paciente, mesmo depois de todo o sofrimento. Meredith veio com uma ideia maravilhosa e foi o suficiente pra que a história tivesse um desfecho feliz. Mas o que valeu mesmo foram as tantas memórias exploradas ao longo do episódio e como disse, pra mim valeu demais porque foi emoção na certa.

Anúncios