Arrow – A 5ª temporada até aqui.

arrow-s5E não é que as coisas realmente deram uma boa melhorada!

Eu custei criar coragem pra finalmente começar a ver esse quinto ano de Arrow e não é atoa, vamos combinar que a temporada anterior foi difícil de digerir e aquela vontade de abandonar a série passou pela minha cabeça por vários momentos. Ainda assim, aproveitei essa época de fim de ano, em que a grande maioria das séries já entrou em hiatus para finalmente parar pra conferir e o resultado acabou sendo positivo.

A temporada já começa dando a entender que realmente querem mudar as coisas e isso já é um baita ponto positivo. Olicity deixado de lado, aquela ideia do Arqueiro realmente voltar a caçar vilões e salvar a cidade, sem contar a ideia de montar um novo time, agora que Diggle e Thea decidiram dar uma pausa na carreira de vigilante.

Fora isso, tem também o fato de Oliver Queen agora ser o prefeito da cidade e ter que saber equilibrar sua vida de vigilante com a de autoridade. Está sendo bacana ver o personagem se desdobrar pra tentar fazer as duas coisas e estou gostando até de ver Thea totalmente focada na carreira política do irmão lhe ajudando dentro da prefeitura. Nos sete primeiros episódios isso já rendeu ótimos momentos.

arrow-s5-aOutra coisa boa é essa ideia da nova equipe que no começo eu fiquei um pouco com o pé atrás, mas acabei gostando demais da conta. Os recrutas não são assim os melhores heróis do mundo, mas também já renderam ótimas cenas ao longo dos episódios. Curtis está fazendo a parte cômica da história né, porque vamos combinar que de herói o rapaz não tem é nada, prova disso é os tombos e tropeços que ele dá sempre que está em campo.

Entre os vilões, os primeiros episódios nos apresentaram Tobias Church, um traficante que estava tentando se tornar o novo chefão da cidade, mas não imaginou que seria assim tão difícil derrubar o arqueiro, sem contar o fato de que ele não contava com uma nova equipe. Ele acabou sim dando uma certa dor de cabeça para Oliver e sua equipe, mas no final das contas acabou morrendo nas mãos de outro, que até aqui promete ser o verdadeiro vilão da temporada.

Estou falando do misterioso Prometheus, que já deu as caras em vários episódios, mas ainda é um grande mistério pra todos. A única ideia é que o vilão pode ser alguém conhecido e que trabalha na polícia, por enquanto eu estou apostando minhas moedas no novo promotor da cidade, mas vamos esperar pra ver a grande revelação. Só sei que o objetivo dele é acabar com o Arqueiro Verde e já derrubou Church porque o cara estava tomando sua frente, então já vale esperar por uma batalha entre os dois.

A temporada também trouxe Diggle se enfiando num monte de problemas. A ideia dele voltar para o exército não terminou muito bem, já que ele foi acusado por um crime que não cometeu e acabou preso, sendo necessário Oliver invadir uma prisão federal e tirar ele de lá. O problema é que agora ele precisa viver escondido, pelo menos até que sua inocência seja provada.

arrow-s5-cEu também estou gostando bastante dessa ideia da Felicity ser apenas uma integrante da equipe, sem aqueles dramas entre ela e Oliver. Aliás, a personagem está namorando outra pessoa e essa informação me pegou de surpresa aqui. Vou torcer pra que as coisas se mantenham desse jeito, pois é um dos motivos da temporada estar com essa vibe diferente e gostosa de assistir.

Eu parei no sétimo episódio, pois agora preciso assistir o comentado crossover que rolou entre as séries da CW, então primeiro estou colocando The Flash em dia. Pelo que li, foram três excelentes episódios, mesclados entre The Flash, Arrow e Legends Of Tomorrow. Supergirl foi a primeira parte do crossover, mas pelo que entendi, acabou não tendo assim tanto envolvimento na história e como não acompanho a série nem irei assistir o episódio.

Mas vale dizer novamente que essa quinta temporada da série realmente está agradando. Já conseguiu superar boa parte da temporada anterior, onde foi uma verdadeira volta em círculos e com direito a um final nada agradável. Vamos torcer pra que as coisas continuem caminhando positivamente, porque realmente estava na hora de Arrow voltar a sua fórmula antiga.

Anúncios