Grey’s Anatomy 13×14 – Back Where You Belong

greys-anatomy-13x14Mas que episódio mais maravilhoso!

Não imaginei que conseguiria gostar da Jo nem que fosse apenas durante um episódio, mas foi exatamente o que aconteceu com “Back Where You Belong”, que fez com que a Jo revivesse seu passado e ainda trouxe casos médicos que mexeram com meu emocional.

O caso principal estava relacionado a um transplante de rim entre mãe e filho, onde o método de Eliza mais uma vez seria o centro. Foi um baita caso médico lindo e emocionante, com muitas reviravoltas que acabou mexendo com o emocional de cada uma das pessoas envolvidas.

O aparecimento do pai no hospital era pra ter sido algo feliz, mas foi ele entrar no quarto para ver o filho que descobrimos que a situação era completamente outra. Ele era um marido abusivo e tanto a mãe como o filho fugiram dele para ficarem longe das agressões. De cara isso acabou mexendo demais com a Jo, devido a toda aquela história dela com seu marido do passado, de quem fugiu.

Pra complicar ainda mais quando a mãe e filho já estavam na mesa de cirurgia, descobriram que o outro rim da mãe estava morto, ou seja, poderiam seguir com o transplanta para o garoto, porém a mãe teria que passar o resto da vida fazendo dialises. E foi nesse momento que o pai se envolveu novamente, se oferecendo para doar um rim para o filho. Isso deixou Jo completamente revoltada, tentando convencer a todos a não aceitar a ideia.

greys-anatomy-13x14aParticularmente eu sou da opinião dos outros médicos, onde o objetivo ali era salvar a vida do garoto, então por mais que o pai tivesse sido a pior pessoa do mundo, não poderiam simplesmente ignorar o que ele estava oferecendo. E foi exatamente o que aconteceu, com o transplante sendo completamente bem sucedido, mas o doador pelo que entendi se manteve anônimo após a conversinha que teve com Jo.

O outro caso bastante emocionante foi da garota mendiga que apareceu no hospital completamente desorientada. Todo o desenrolar da história foi muito bonito, com Riggs conseguindo identifica-la e sendo revelada uma história pesada, onde ela havia desaparecido a 12 anos e os pais até mesmo já haviam feito um funeral, após não encontrá-la.

Foi meio difícil não se emocionar com os pais chegando no hospital e descobrindo que a filha estava viva depois de tantos anos. Claro que a reaproximação vai ser difícil, ainda mais com ela sendo diagnosticada com esquizofrenia, mas foi uma baita história linda de assistir, que no final das contas acabou terminando bem.

E será que Meredith vai voltar pro hospital depois da conversa com Richard? Tomara que sim, porque embora toda essa história de Eliza continue complicada, acho desnecessário ela continuar com essa teimosia toda.

Anúncios