Chicago Med 2×14 – Cold Front

chicago-med-2x14Que episódio mais triste gente!

Foram horas bastante pesadas para o pessoal do Med e isso acabou resultando num excelente episódio, porém cheio cenas e desfechos emocionalmente tristes de assistir.

O episódio já começou bastante tumultuado, com alguns médicos do Med mais os homens do corpo de bombeiro tentando salvar vítimas de um acidente envolvendo inúmeros veículos no meio de uma tempestade pesada de neve. Famílias inteiras se machucaram e isso acabou colocando o hospital numa situação de emergência bastante complicada.

Os suprimentos iriam demorar a chegar devido a tempestade, além de vários outros médicos também não terem conseguido passar pelo trânsito complicado e chegar até o hospital, a única saída foi reunir o máximo de profissionais possíveis e tentar salvar o máximo de pessoas com os equipamentos e suprimentos que tinham naquele momento.

Cada médico se viu num caso complicado, até mesmo aquele Wheeler resolver dar as caras novamente e pra variar voltou a fazer merda ao não diagnosticar uma grávida que estava entre as vítimas do acidente de maneira correta. Isso fez com que ela quase morresse após perder muito sangue, mas Dr. Rhodes e os outros médicos conseguiram salvar o bebê e a mãe a tempo.

O problema é que esse foi um dos motivos que causou um déficit grande no banco de sangue do hospital e justamente nessa situação de emergência. Nisso tivemos o que talvez tenha sido o caso mais pesado de todo o episódio, envolvendo uma família que havia se ferido no acidente e as duas crianças que estava no banco de trás do veículo estavam em situação crítica.

chicago-med-2x14aAmbos precisavam receber o sangue, mas devido a toda a situação apenas um deles poderia receber a transfusão. Não consigo imaginar o desespero daquela mãe quando lhe perguntaram se ela preferiria dar o sangue para o filho ou sobrinho. Não é um tipo de pergunta que se faz num momento desse, então foi mais do que entendível que ela não estava emocionalmente estável para tomar tal decisão.

O sobrinho acabou recebendo o sangue e isso fez com que o outro garoto fosse piorando a cada minuto. Eu realmente achei que ele não iria resistir, mas rolou toda uma reviravolta maravilhosa. Primeiro Nat teve a ideia de todos doarem, mas o fato de cada sangue ter que passar pelo laboratório acabou dificultando a situação, até que o Dr. Choi apareceu dizendo ter o mesmo tipo sanguíneo e já ter passado por exames periódicos. Com isso a criança acabou sobrevivendo depois de tudo isso. Amém!

Falando no Dr. Choi, poxa, foi bastante pesado aquele caso dele tentando salvar a vida de uma das vítimas do acidente que teve 90% do seu corpo queimado. Ele tentou tudo que pôde, mas infelizmente não conseguir segurar o paciente vivo até que sua esposa chegasse para se despedir. Foi um plot bastante triste e impossível de não se emocionar junto.

No final das contas a neve diminuiu, os suprimentos chegaram e todo aquele dia complicado chegou ao fim. Foi pesado o negócio, mas felizmente eles conseguiram salvar boa parte das vítimas. Essa equipe é coisa linda!

 

Anúncios