Primeiras Impressões: Lúcifer (1×01 – Pilot)

Luficer-1x01A estreia oficial aconteceu na última segunda (25) e com certeza parei pra assistir novamente o piloto.

A parte boa é que Lúcifer estreou bem na audiência e isso já mais do que um ponto positivo. Lembro que parei pra assistir o primeiro episódio que saiu em agosto do ano passado e já tinha gostado, mas como já se passaram alguns meses resolvi conferir novamente agora que a série estreou oficialmente. Novamente preciso dizer que poder ver a Shay de Chicago Fire toda maravilhosa nessa série é um dos motivos que vão me fazer continuar acompanhando.

A série é centrada em Lúcifer, o Anjo Caído que após se sentir entediado com seu ‘cargo’ de Mestre do Inferno, resolve se aposentar o trono e passa a morar em Los Angeles, comandando um clube noturno. Um cara cheio de charme e carisma, que tem aproveitado o melhor da vida com a ajuda de suas habilidades, mas se vê passando por algum tipo de mudança, principalmente quando uma amiga é friamente assassinada em frente de seu clube.

Luficer-1x01-aO desenvolvimento desse piloto foi realmente muito bem construído. Apresentaram perfeitamente o ambiente da série bem como seus protagonistas, já tacando na nossa cara toda essa química maravilhosa que rola entre Lúcifer e Chloe. Aliás, Tom Ellis está muito bem no papel de Lucifer e Lesley-Ann Brandt (minha eterna Shay) continua linda e talentosa como sempre. Já estou shippando os dois como casal desde meados de agosto, então que aconteça logo o primeiro beijo. Obrigado, de nada.

Foi exatamente a morte da tal amiga de Lúcifer que faz com que ele e Chloe acabem se conhecendo, já que a policial foi a detetive designada para investigar o assassinato e teve o prazer de conhecer Lúcifer no meio do caminho. O cara simplesmente estava disposto a encontrar o assassino e fazer com que ele pagasse, dessa forma contrariando todas as ordens que Chloe lhe deu sobre se afastar e fazendo de tudo para fazer com que ela aceitasse sua ajuda.

Luficer-1x01-bAchei muito bacana o começo dessa relação dos dois. Claro que Chloe ficou cheias de dúvidas e receios em torno do rapaz, mas não podia negar que as tais habilidades que ele afirmou ter acabou ajudando a encontrar o responsável pelo assassinato. Claro que houveram alguns obstáculos no meio do caminho, mas pelo menos rendeu ótimos momentos, como a sequência de Lúcifer e Chloe no consultório daquela terapeuta, que pra mim foi simplesmente hilária.

Chloe acabar baleada nos minutos finais rendeu aquela tensão toda e Lúcifer salvando a vida da loira foi coisa linda de ver, até porque rendeu aquela ótima cena dos dois no hospital. E aquela garotinha filha de Chloe gente? Que graça de criança! Já quero ver os dois se aproximando cada vez mais, porque promete render ótimos momentos pela frente. Sem contar, claro, o problema que Lúcifer vai ter que enfrentar em torno das ordens de seu pai sobre voltar para o inferno. Será que ele vai conseguir escapar?

Anúncios