Blindspot 1×11 – Cease Forcing Enemy

Blindspot-1x11Não foi exatamente o retorno que eu estava esperando, ainda assim o episódio foi excelente!

Foram mais de dois meses de pausa até que finalmente, na última semana, a série retornou desse hiatus absurdamente longo e olha, depois de todas as perguntas deixadas no último episódio do ano passado, resolveram voltar com o mínimo de respostas possível, mas ainda assim o episódio conseguiu ser ótimo!

Claro que todo mundo queria saber a verdade sobre as tatuagens de Jane, principalmente depois daquela cena em que o misterioso Oscar mostra pra ela um vídeo onde ela mesma disse que é a responsável por tudo. O problema é que a confusão toda está apenas começando, já que rolou tiro, luta, flashes e no final das contas quase nenhuma resposta para tantas perguntas.

No meio tempo ainda vimos Jane voltar ao trabalho como se nada tivesse acontecido e ainda embarcar numa missão junto com o resto da equipe que foi uma daquelas que quase custou a vida de todo mundo. Pra mim foi exatamente o ponto alto do episódio, porque a história daquele avião desaparecido que encontraram na ilha me deixou aqui perturbado e boquiaberto.

Foi um caso muito bem construído. Todo o plano daqueles bandidos para lançar satélites e executar todos os ocupantes da aeronave que estavam sendo mantidos reféns. Waller e sua equipe tentaram da melhor maneira salvar a vida de todos e olha, foi uma agitação das grandes, quase resultado em muitas mortes, inclusive do pessoal do FBI. O desfecho do caso foi algo sensacional, porque ainda estou aqui sem fôlego com a cena da Jane tentando pousar o avião. Fora da realidade? Sim, mas não dá pra negar que a cena foi muito bem feita.

Blindspot-1x11-aAliás, Patterson tem uma boa parcela de culpa pra tudo aquilo ter sido tão maravilhoso. Primeiro rolaram os depoimentos que a loira teve que dar ao tal Jonas, que por sinal não conseguiu ser ainda mais insuportável. Ela estava quase sendo suspensa de seu emprego, mas Mayfair contrariou as ordens do cara e levou ela de volta para seu laboratório com o intuito de ajudar Waller e o restante da equipe.

Se Patterson precisava provar alguma coisa ela definitivamente fez nesse episódio. A mulher mostrando toda sua inteligência e raciocínio rápido para ajudar Waller e Jane dentro daquele avião foi coisa de maluco, por isso espero que a história da suspensão fique bem longe dela por um bom tempo.

Voltando para o mistério Jane e Oscar, o que o episódio deu a entender é que talvez veremos Jane trabalhando para os dois lados. Ela com certeza quer descobrir o que realmente aconteceu e o motivo de ter feito aquilo consigo mesma, mas também não está disposta a ferir seus colegas no FBI, principalmente Waller. Fiquei curioso pra ver onde isso vai nos levar, esperando que Jane não acabe se tornando uma pessoa completamente diferente.

PS: No final das contas Jane é mesmo Taylor, mas ainda estamos sem entender o que aconteceu com ela desde o desaparecimento.

Anúncios