Code Black – 2×11 – Exodus

code-black-2x11aE meu primeiro episódio de 2017 não poderia ter sido melhor!

Primeiro um feliz ano novo pra todos vocês! Eu consegui minha aguardada viagem para Camboriú e mesmo com o pé quebrado, aproveitei e voltei pra rotina renovado e pronto para todas as mudanças que esse ano está reservando.

Como primeiro episódio desse ano eu optei por Code Black e não me arrependi nenhum pouco, pois novamente a série conseguiu me ganhar do começo ao fim, com casos médicos maravilhosos, me fazendo ficar com os olhos meio pesados aqui e ao mesmo tempo rir com aquele elenco lindo.

Minha preocupação estava em torno de Jesse, já que no final do episódio anterior ele foi demitido por Campbell. Ele até já tinha arrumado um outro emprego, mas o destino fez questão de colocá-lo no salão central do Angels mais uma vez e aí foi meio difícil virar as coisas sem voltar no dia seguinte.

Rolou um apagão total em boa parte da cidade e o hospital estava dentro do perímetro. Pra ajudar os geradores simplesmente não funcionaram, deixando tudo ainda mais complicado, com pacientes em estado crítico correndo risco de vida e todos tendo que encontrar uma solução para o problema enorme que tinha nas mãos.

code-black-2x11A ideia de transferir para aquele outro local foi muito inteligente e de certa forma surtiu um baita efeito positivo, mas o melhor aconteceu mesmo dentro do Angels. Preciso dizer que aquele parto feito dentro do elevador atingiu em cheio meu emocional e confesso que escorreu uma lágrima aqui enquanto toda o procedimento era realizado.

Fora isso ainda teve Willis sendo ótimo ao estar do lado de uma paciente a beira da morte. A maneira que ele foi prestativo com a senhora foi coisa linda de ver, mas infelizmente a mesma acabou falecendo no final. Agora gente, claro que o melhor ficou para os últimos momentos do episódio quando Campbell percebe o tamanho da burrada que fez e convida Jesse para voltar pro hospital e isso valeu por todo o episódio!

Mama is back! 

Anúncios